Topo
E-mail redacao@noca.com.br
Faça do NOCA sua home Página inicial
Data Sexta-feira, 18 de janeiro de 2019
Anuncie Anuncie
       
Topo
Mural
BOM DIA! LÉA, quero ouvir a musica Miragem no Deserto com a Banda Noda de Cajú. Abraç...
FLAVIO VILANOVA ''O ADVOGADO", BRASILIA - DF
Boa noite! MEREÇO GANHAR PORQUE SOU FÃ DO PORTAL NOCA E DESSA DUPLA !ALEM DISSO, ACOMPANHO...
LIDINEIA DOS SANTOS ALMEIDA PINHO, Caxias ma - MA
+ mais mensagens
 
Faça sua Busca!

Notícias Colunas
Sebastião Nery

Maranhão, o campeão

Aumentar Fonte   Diminuir Fonte
 
25/06/2010 15:16h

Em 1963, o presidente João Goulart imaginou esfriar o caldeirão da oposição chamando um udenista para o ministério. Convidou José Sarney, da UDN do Maranhão e do grupo Bossa Nova da UDN.

Uma noite, em Brasília, quatro jovens políticos pegaram um automóvel preto em frente ao Hotel Nacional e seguiram para o Palácio da Alvorada: Petrônio Portela governador do Piauí, Seixas Dória, governador de Sergipe, José Aparecido, deputado federal e secretário do governador Magalhães Pinto em Minas, e Sarney, presidente da UDN do Maranhão.

Cada um deles era líder da UDN em seu estado. Iam para o acerto final com Jango, devidamente autorizados pelo grupo Bossa Nova.

SARNEY

Quando o carro se aproximou do Alvorada, Sarney, nervoso, propôs:

- Petrônio, como o escolhido, acho que eu não devo falar. Você, que é o mais velho, falará por nós quatro.

- Nada disso, Sarney. Nossa missão é levar ao presidente o pensamento do grupo todo. O Jango não vê em mim um udenista. Ele sabe que eu sou um esquerdista. Se eu falar, ele vai ver, em minhas palavras, não a posição da Bossa Nova da UDN, mas o ponto de vista das esquerdas. Quem deve falar é o Seixas ou o Aparecido, os únicos realmente udenistas.

O automóvel preto parou, Jango esperava os quatro. Seixas Dória deu o recado, Sarney foi dormir ministro convidado e aceito. De manhã, o senador Vitorino Freire, líder do PSD do Maranhão, soube da história, vetou, o PSD reagiu, o PTB foi a Jango, Sarney acabou desministrado.

Pouco depois, Seixas Dória e Aparecido estavam cassados, Petrônio, o esquerdista, foi presidente da Arena, e Sarney, o ministeriável, do PDS.

ARCHER

Depois do golpe militar de 64, Sarney saiu candidato a governador do Maranhão pela UDN e o PSD lançou Renato Archer. Sarney pediu ao general Castelo Branco, o presidente-ditador de plantão, que tomasse de Archer a legenda do PSD. Castelo mandou para São Luís o coronel do SNI João Baptista Figueiredo, que ameaçou e exigiu do governador Newton Bello, chefe do PSD, que desfizesse a candidatura de Archer pelo partido.

Newton Bello anulou a convenção do PSD, que ficou sem candidato, e lançou Eusébio da Costa Rodrigues pelo PDC. Renato Archer, sem o PSD, saiu candidato pelo PTB e Sarney ganhou a eleição. Mal Newton Bello lhe passou o governo em janeiro de 66, Sarney conseguiu com Castelo a cassação de Newton Bello, "por desvio de dinheiro publico e corrupção".

Sarney ainda estava fazendo cursinho.

CAXIAS

Sarney era presidente da República, foi a Caxias, no Maranhão. Ia almoçar na casa do prefeito. A segurança da Presidência chegou antes, encontrou uma Mercedes Benz logo na entrada. Chamaram o prefeito:

- Prefeito, não fica bem um prefeito de uma cidade tão pobre receber o presidente com uma Mercedes na porta. Esconda essa Mercedes na garagem.

- Nada disso. Deixa ela aí. Eu pus a Mercedes aí exatamente para o Sarney saber que eu continuo bom de serviço.

PALMÉRIO

A partir de 64, há 46 anos, Sarney, menino pobre, filho de juiz pobre e que até gravatas usava de amigos, deputado, governador, vários mandatos de senador, presidente da República, surpreendentemente, em meio século tornou-se a maior fortuna e grupo econômico do Maranhão.

Como explicar isso? No principio, não entendi como o povo brasileiro mantinha durante meses e meses seguidos, quase um ano, nas listas dos cinco mais vendidos e mais lidos do país, o extraordinário livro sobre Sarney, do bravo e consagrado jornalista Palmério Déria: "Honoráveis Bandidos - Um Retrato do Brasil da Era Sarney" (Editora Geração).

Quando li o livro, tudo ficou muito claro. Como eu, todo o país queria decifrar o enigma de um político, só político, que outra coisa não fez na vida a não ser exercer mandatos públicos, conseguiu, no estado mais pobre do país, com os maiores índices de analfabetismo, mortalidade infantil, fome, miséria, acumular a fortuna que Sarney hoje ostenta.

Está lá, no livro, o fio da meada, o fim do mistério: é meio século de verbas públicas, jogadas públicas, negócios públicos, lucros públicos.

TCU

Como fala o velhinho vendedor de mousse na Praia de Ipanema, no Rio, não sou eu que digo, é o Tribunal de Contas da União. Esta semana, na página 3 do primeiro caderno, "O Globo" estarreceu o país publicando a denuncia do TCU, que enviou à Justiça Eleitoral a lista dos maiores corruptos do país, "políticos, gestores públicos com as contas rejeitadas".

Lá se lê que o Maranhão é o mais corrupto dos 27 estados brasileiros. "O maior número de condenações por contas irregulares está lá: 729". Quem é o dono do Maranhão, há cinco décadas manda no Maranhão, onde absolutamente nada acontece sem autorização dele? O "honorável" Sarney.

São Paulo tem 41 milhões de habitantes. E sua lista de corruptos condenados é de 455. O Maranhão, com 6 milhões de habitantes, tem 729. Minas, com 20 milhões de habitantes, tem 575. O Maranhão, 729. O Rio de Janeiro, com 16 milhões, tem 211. O Maranhão 729. O Amapá, segundo menor estado do país (menor só Roraima), com 626 mil habitantes, tem 181. Evidentemente levados para lá pelo Sarney, campeão de terra e mar.

| Versão para Impressão | Enviar por e-mail |
Últimas Notícias Colunas Anteriores
29/10 - Isabelita sem perón
03/09 - Um grande morto
18/08 - Beijo na boca
11/08 - A previdência imprevidente (fim)
04/08 - Parque de diversões
22/07 - Saudades de lacerda
17/07 - Fichas Sujas
07/07 - O ''seca pimenteira''
30/06 - O Vício da Vice
25/06 - Maranhão, o campeão
*As informações, notícias e opiniões expressadas neste espaço são de inteira responsabilidade do colunista.
Rádio Online
TV Online

Tv Ofértas Seu canal de compras (play Boy)
Publicidade
Resolução Mínima de 800x600 © Copyright 2007, Noca.com.br
Desenvolvido por Mundi Brasil