Topo
E-mail redacao@noca.com.br
Faça do NOCA sua home Página inicial
Data Quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019
Anuncie Anuncie
       
Topo
Mural
Gostaria de saber onde posso visualizar a lista dos convocados, concurso de Caxias Ma. Mesmo sabendo...
werbete lima, parauapebas pa - PA
BOM DIA! LÉA, quero ouvir a musica Miragem no Deserto com a Banda Noda de Cajú. Abraç...
FLAVIO VILANOVA ''O ADVOGADO", BRASILIA - DF
+ mais mensagens
 
Faça sua Busca!

Notícias Colunas
Entrevistas
Juiz Federal Roberto Velozo concede entrevista ao Noca
Aumentar Fonte   Diminuir Fonte
 
25/11/2009 08:10h
Juiz Federal Roberto Velozo
Juiz Federal Roberto Velozo

Noca: Nascido no Estado do Piauí, o senhor construiu sua carreira na magistratura e no magistério no Maranhão. Já teve oportunidade de voltar a terra de origem de forma definitiva, por que permaneceu no Maranhão?

Roberto Velozo: O motivo foi familiar. Casei-me com uma maranhense, Monica, na Cidade Grajaú, interior do Maranhão, quando exercia as funções de promotor de justiça. Tivemos dois filhos maranhenses, Roberto Filho e Salomão. Fui voto vencido, prevaleceu a vontade da maioria maranhense. Mas, devo dizer que o Maranhão desde muito é minha segunda terra natal, pois minha mãe também é maranhense.

Noca: O que mais o encanta no Maranhão?

Roberto Velozo: A receptividade do povo maranhense e as riquezas naturais. Aqui fiz muitos amigos, construí a minha vida profissional.

Noca: O título de cidadão maranhense concedido pela Assembléia Legislativa do Maranhão tem natureza constitutiva ou meramente declaratória? Quando o senhor adotou o Maranhão como a sua segunda terra?

Roberto Velozo: Com certeza declaratória do amor que sinto pelo Maranhão. Adotei o Maranhão e fui adotado por ele desde que nasci no Piauí, porque minha mãe e meus avós maternos são maranhenses. A vinculação com o Maranhão se tornou inevitável desde tenra idade, tanto que tinha o desejo de estudar o segundo grau e a Universidade em São Luís, em razão dos primos maranhenses. Lembro-me com saudade dos carnavais da minha adolescência na Cidade de Codó.

Noca: O senhor já atuou como membro do TRE/PI, do TRE/MA e como juiz convocado do TRF 1ª Região. Com vasta experiência em órgãos c olegiados, almeja ser desembargador federal?

Roberto Velozo: A nossa carreira leva inevitavelmente para o Tribunal, mais dias menos dias se chega. No nosso caso, porém, há um fator complicador: o Tribunal está em Brasília. O ideal seria a criação de um Tribunal no Meio Norte, com sede em São Luís. Creio que esta medida não seja de todo improvável, pois o Tribunal Regional Federal da 1 Região abrange mais de 80% do território nacional, sendo urgente a sua divisão.

Noca: O futuro: Maranhão, Piauí ou outro lugar?

Roberto Velozo: Em primeiro lugar o Maranhão. Não tenho intenção de sair daqui nos próximos anos.

Noca: O senhor estava no TRE/PI quando o TSE cassou o governador Mão Santa. Estava no TRE/MA quando o mesmo TSE cassou o governador Jackson Lago. A cassação daqueles que foram eleitos pelo povo e, principalmente, a posse dos candidatos derrotados não é uma mitigação do regime democrático? Esses novos governantes possuem a representatividade majoritária?

Roberto Velozo: O Tribunal Superior Eleitoral está construindo uma jurisprudência a respeito do tema. Vejo que os juízes ficam mais confortáveis quando decidem por nova eleição. O Congresso Nacional teve agora a oportunidade de resolver o problema, mas o projeto de novas eleições em caso de cassação do mandato do vencedor, apesar de aprovado no Senado, foi rejeitado pela Câmara. A questão não é somente do judiciário, mas também do legislativo.

Noca: As eleições municipais 2008 no Maranhão foram marcadas por atos de violência contra decisões da Justiça Eleitoral. Como membro do TRE/MA como o senhor acompanhou os fatos? E como ac adêmico, a visão é a mesma?

Roberto Velozo: Acompanhei com muita preocupação. A revolta popular pelo resultado das urnas não pode descambar para a violência. A barbárie para solução dos conflitos não é a praxe democrática exigida para os dias atuais.

Noca: Quais os seus projetos no magistério? Professor da UFMA, com doutorado, e coordenando uma pós-graduação em Direito Eleitoral, já tem outro projeto em mente?

Roberto Velozo: Desde quando ingressei na Universidade como aluno, sempre tive grande admiração pelo magistério, via nos professores o sentimento de uma realização profissional. A partir daí resolvi seguir a carreira do magistério como uma realização pessoal, na expectativa de melhorar os meus estudo e ajudar os alunos na busca do conhecimento jurídico. Como projetos, desejo publicar dois livros, um sobre juizados especiais criminais e outro sobre crimes tributários.

Noca: Direito eleitoral ou direito tributário? Qual lhe dá maior prazer?

Roberto Velozo: Ser professor é prazeroso. Estar em sala de aula é sempre gratificante. No momento, em razão mesmo das atividades profissionais, dedico-me ao direito eleitoral.

Noca: Proprietário de um jipe, o senhor é adepto de trilhas. O Maranhão proporciona esse lazer?

Roberto Velozo: Escrevi um artigo, publicado na revista de cultura da Ajufe, sobre os caminhos para o Delta do Parnaíba. Já fiz todos eles dirigindo minha Toyota Bandeirantes em companhia de um grupo de amigos. Não é preciso dizer também sobre os lençóis maranhenses, ir de jipe comer um camarão borboleta na Luzia, lá no Atins, ou um peixe preparado pelo Catarino, lá no Mandacaru.

Últimas Notícias Confira Outras Entrevistas Listar Todas
05/09 - Polícia apreende veículo clonado com vereador no Maranhão
30/05 - Motociclista morre em acidente de trânsito em Caxias
07/05 - Motociclista morre após perder o controle e bater em árvore na zona rural de Caxias
25/04 - Flanelinha mata mototaxista a facadas no Centro
22/04 - PM captura foragido da Justiça no bairro Itapecuruzinho
08/04 - Lula responde a seis ações penais e é alvo de duas denúncias
04/04 - Deadpool muda o uniforme e apoia a luta contra o câncer
31/03 - ''Querem tirar Temer da vida pública'', diz Planalto sobre Operação Skala
30/03 - Colisão entre moto e caminhão deixa dois mortos na BR-226, em Caxias
27/03 - Inauguração do Mirante da Balaiada contará com show de Paulo Ricardo
Rádio Online
TV Online

Tv Ofértas Seu canal de compras (play Boy)
Publicidade
Resolução Mínima de 800x600 © Copyright 2007, Noca.com.br
Desenvolvido por Mundi Brasil