PUBLICIDADE

Responsive image

Fábio Kerouac

Um poeta caxiense em Hamburgo

Últimas postagens

Segunda-feira

O novo dia começou e eu permaneci acordado até à meia-noite e meia vendo uma uma nova série, L.A.`s Finest e seu primeiro capítulo, isto depois de ter visto o suspense Greta (no Brasil leva o péssimo título de Obsessão)! Tendo visto esse filme eu já deveria ter me recolhido, já que eu teria que acordar às 4h05min para me preparar para ir ao trabalho. Mas como sou um viciado em filmes e séries, não me...
Continuar lendo
Data:21/05/2019 15:48

Como Fortaleza está longe, vou a Paris

Na coluna anterior comentei algo sobre Paris (leiam a coluna anterior!), eu revelei que eu jamais pensei em morar na Europa e que o meu sonho simplesmente era conhecer Paris, ver o túmulo de Honoré de Balzac e Jim Morrison no Pére Lachaise e tomar uma cerveja na Champs-Élysées. Em 2004, quando vim pela primeira vez pra Alemanha, eu conheci Paris, fui ao Père Lachaise e fui à Champs-Élysées, só que não tomei cerveja...
Continuar lendo
Data:14/05/2019 09:10

J‘habite à Hambourg*

*(Eu moro em Hamburgo) "Como será viver em um país de primeiro mundo e cultura diferente, amigo?" Vi essa pergunta no meu Instagram ao consultá-lo quando vinha chegando em casa, por volta das 20h30. A escuridão da noite ainda não tinha chegado, por isso ainda pude ver ao longe a Michaeliskirche (Igreja do Michaelis, mas pode chamar de Miguel!), um dos cartões mais famosos da cidade de Hamburgo. Em dia de folga costumo acordar por volta das 7h da...
Continuar lendo
Data:07/05/2019 08:55

On the rail*

Eu tenho um poema que diz assim: eu nunca quis ter uma casa financiada pela caixa econômicaeu nunca quis ter um carro para pagar a perder de vistaeu não quis um diplomanem tão pouco eu quis um filhomas eu sempre quis ter aonde ireu sempre quis ter um bilhete de ida Este poema tem cerca de 5 anos, mas este pensamento eu tenho desde os vinte e poucos anos, quando abandonei tudo em Sampa, onde morava e trabalhava como técnico em eletrônica numa empresa de...
Continuar lendo
Data:30/04/2019 14:59

Numa casa de idosos

(Trechos do livro O Cuidador de Velhinhos Alemães) 1. Herr Mayer estava sentado na cama quando entrei no quarto dele; fui levado por Martina, a única cuidadora de idosos no terceiro andar naquela sexta-feira – eu era o estagiário e devia seguir as ordens dela. Com muito prazer, pois Martina é muito simpática! – Fabian – ela demorou a aprender o meu nome -, vamos ao quarto do senhor Mayer, trocar as cobertas da cama rapidinho...
Continuar lendo
Data:23/04/2019 09:27

O que vejo na TV

O cineasta baiano Glauber Rocha teria dito certa vez que não era possível exigir coerência de um artista e eu concordo com ele! E isto se aplica a mim quando falo que não gosto, pelo menos não sinto falta, de um aparelho de TV em casa. Mas gosto de ver televisão! E vejo televisão diariamente! Em casa não é possível ver num aparelho porque o que tínhamos em casa foi dado para uma africana de Gana em 2010. Desde...
Continuar lendo
Data:16/04/2019 10:05

Maya Kaffeerösterei

(Trecho do livro CAFÉ, ainda em produção) "Será que é um Café mexicano?", me perguntei ao avistar de longe a placa do estabelecimento. Eufórico, eu nem deixei as ladys first passarem, abri a porta e fiquei ali parado, junto a ela paralisado pelo cheiro forte que exalava no recinto. O meu narigão agradeceu o agradável aroma do café que ali mesmo é tostado.    "Vou ver o que eles têm", disse minha...
Continuar lendo
Data:09/04/2019 07:42

Sábado de sol, Golden Apfel e medalha de ouro

O sabadão prometia, já que teríamos um dia de sol e 17° graus à tarde. Pela manhã a temperatura oscilaria entre 10° e 12° graus, era o que já estava fazendo no momento em que eu levantei, vi isso no meu Handy (celular em alemão) às 9h30. Embora com sono, eu tinha ido dormir às 2h da madrugada depois de ver o belíssimo filme Estrada Sem Lei (Netflix) com Kevin Costner e Woody Harrelson, levantei para ir ao banheiro...
Continuar lendo
Data:02/04/2019 09:57

Na Psiquiatria Alemã

No dia 20 de julho de 2018 eu entrei numa clínica, a Schön Klinik Hamburg Eilbeck, e saí de lá no dia 9 de agosto. Ali fui tratar do meu problema com o álcool, que me acompanhava há mais de 30 anos. Na Schön Klinik eu convivi não só com pessoas viciadas em álcool, mas também com pessoas viciadas em drogas, já que ali também ajuda pessoas a sairem desse problema. O meu dia-a-dia ali, com essas pessoas,...
Continuar lendo
Data:26/03/2019 09:24

Latte Macchiato no Aeroporto

Saí de casa às 11h30 ouvindo Vôo 985 de um dos meus grupos de Rock Brasil preferidos, o Camisa de Vênus (o outro é a Legião Urbana), que tenho gravado num velho IPod que me acompanha algumas vezes em caminhadas pelas ruas de Hamburgo. A música, que faz parte do LP (na época do lançamento não existia CD) Duplo Sentido, me acompanhou quando eu meti a cara na rua onde moro e pude ver um tímido sol ousar em sair ao mesmo...
Continuar lendo
Data:19/03/2019 08:51


< Anterior Próxima >
Página 1 de 2

PUBLICIDADE

Responsive image
© Copyright 2007-2019 Noca -
O portal da credibilidade
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pelo Google:
A Política de Privacidade e Termos de serviço são aplicados.
Criado por: Desenvolvido por:
Criado por: Desenvolvido por: