PUBLICIDADE

Responsive image

Fábio Kerouac

Um poeta caxiense em Hamburgo

Últimas postagens

Meu livro

Algum idiota, talvez parasita também, teria dito em algum lugar do planeta, em algum momento da história de que o homem pra ser completo ele precisa plantar uma árvore, escrever um livro e ter um filho. Bem… eu não me vejo como um pai e Deus, O Todo Poderoso, notando essa minha aversão à paternidade me livrou desde castigo! Aleluia, irmão! Mas eu plantei uma árvore, ela deve ser uma das árvores pau-brasil que estão...
Continuar lendo
Data:17/09/2019 10:24

O que é a minha felicidade

"quero lembrar de vocêcomo quem lembra de um antigo carnaval… …salve a mocidade independente!" Lembrei hoje desse poeminha acima que eu disse inúmeras vezes em algumas das minhas performances poéticas nesse mundo de meu Deus! Isto aconteceu ao rever algumas fotos do carnaval de 2008, o meu último em terra brasilis, que passei em Floriano com a minha esposa, a sogra, que tinha vido do Japão, e alguns membros da minha família que moram ali...
Continuar lendo
Data:10/09/2019 17:12

Maconha na Garoa

"Me deram um cigarrim pra fumarMenino como eu gostei" Pedra de Responsa (Zeca Baleiro) Essa é um história baseada em pequenos fatos reais... 2019... sempre que vem o dia 7 de setembro eu me lembro dessa data com um certo carinho, não pelo fato de comemorarmos o dia da Independência do Brasil, e sim por me transportar para o ano de 1987, o ano da minha iniciação na cannabis sativa, mais conhecida como maconha. Esse meu primeiro contato com as drogas...
Continuar lendo
Data:03/09/2019 22:53

3 passos à frente

Contagem regressiva para algumas coisas boas acontecerem a partir desta semana: ter um novo emprego, fechar o contrato do novo livro e receber o passaporte alemão! Não nessa ordem, mas quero tê-los antes de ir ao meu Brasil brasileiro em outubro, mais precisamente para as cidades de São Paulo, onde devo ter os livros em mãos, e Bento Gonçalves, no Estado do Rio Grande do Sul. Casa de Idosos Kursuna, onde trabalho atualmente Vamos ao primeiro ponto:...
Continuar lendo
Data:27/08/2019 18:03

Voltando pra Casa

“Esta é a sua última vez, né, Senhor Fabio?”, me disse Herr Klein, o careca rigoroso e que sempre anda impecável, enquanto espetava agulhas nas minhas orelhas. “É, mas eu acho que na clínica diária eu vou ter acupuntura”, disse eu. “É provável”, falou ele e passou depois a aplicar acupuntura no meu vizinho de cadeira, o René. À minha frente eu vi a desinteressada nova paciente, que...
Continuar lendo
Data:20/08/2019 20:07

A Besta está calma, apesar do rock in roll...

Ontem fui à acupuntura e saí da sessão flutuando e dei mais uma "dose" de ânimo à minha abstinência alcoólica, que já dura 1 ano e quase 1 mês… no caminho para a acupuntura no KODROBS, um centro de aconselhamento pra viciados em álcool e drogas, já fui animado, pois encontrei no centro da cidade uma ex-chefe, diretora de um escritório de cuidadores de idosos ambulantes onde fiz um bico por 3 anos. Ela me...
Continuar lendo
Data:13/08/2019 18:19

Um café, por favor!

Acordei à 1h29min, fui ao banheiro e voltei a dormir… não consegui, então levantei, liguei o computador, fiz um café e vim ver notícias no globo.com e vi o que rolou no Facebook enquanto eu dormia. No primeiro eu vi coisas interessantes, já no segundo, vi poucas coisas interessantes, mesmo assim fuçei e curti o que alguns amigos fizeram ontem em Caxias e Itália (por onde anda neste momento uma amiga de Caxias). Neste exato momento,...
Continuar lendo
Data:07/08/2019 13:49

Combate ao peso extra

A minha esposa passou cinco dias trabalhando na Suíça, mais precisamente na cidade de Lausane, e quando voltou ela notou que na geladeira ainda estavam os tomates, pepinos, alface, cebola e duas latas de atum que ela havia deixado. Com um pouco de maionese e pasta de misochiru, como molho, ela fez uma bela e deliciosa salada. "É simples fazer uma salada“, disse ela. Com água na boca e dois hashis ("os palatinhos japoneses") na mão peguei a minha parte...
Continuar lendo
Data:31/07/2019 22:25

No Cemitério Ohlsdorf


Continuar lendo
Data:23/07/2019 18:07

A poesia ainda pulsa!

  Mamãe eu quero ser poeta quando crescer. Não, meu filho, poeta é vagabundo! Pois eu quero ser vagabundo, mamãe!   Contei isso certa vez pra alguém que veio me dizer que me chamavam de vagabundo por aí, pelos becos, nas mesas e casas de pessoas de bem, pois eu era poeta. Passei fome, fui ajudado por alguns, falei poesia, fui aplaudido depois disso, viajei em nome da poesia, não viajei por não ter grana, pois era...
Continuar lendo
Data:16/07/2019 14:29


< Anterior Próxima >
Página 1 de 3

PUBLICIDADE

Responsive image
© Copyright 2007-2019 Noca -
O portal da credibilidade
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pelo Google:
A Política de Privacidade e Termos de serviço são aplicados.
Criado por: Desenvolvido por:
Criado por: Desenvolvido por: