Topo
E-mail redacao@noca.com.br
Faça do NOCA sua home Página inicial
Data Terça-feira, 24 de janeiro de 2017
Anuncie Anuncie
       
Topo
Mural
FELIZ FINAL DE ANO AOS CAXIENSES MUNDO AFORA E UM ABRAÇO À TODOS OS CAXIENSES...
Francisco César Gonzaga, Sucupira do Norte - MA
Oi Roberto boa tarde gostaria de manda um alo pra minha mae Catarina e meus familiares da rua sã...
janaina silva, Uberaba - MG
+ mais mensagens
 
Faça sua Busca!

Notícias Colunas
Regularização

Inscrições do Minha Casa Minha Vida serão revisadas no Maranhão

Aumentar Fonte   Diminuir Fonte
 
23/02/2011 09:38h

Milhares de inscritos no programa Minha Casa Minha Vida no Maranhão deverão aguardar mais um pouco para ter acesso à casa própria. A determinação é do Ministério Público Federal, que identificou irregularidades nos modelos padrão de cadastramento para os interessados em adquirir imóveis nos 19 municípios maranhenses com mais de 50 mil habitantes alcançados pelo programa e orientou que fossem revisadas as inscrições com suspeita de irregularidades.

Em caráter emergencial, os municípios de São José de Ribamar e Paço do Lumiar deverão revisar as inscrições, já que os imóveis estão prontos para entrega. Os demais municípios atendidos pelo programa deverão também fazer correções, mediante utilização da ficha modelo adotada pela Caixa Econômica Federal.

No ano passado, foram realizadas por prefeituras e pelo Estado cerca de 20 mil inscrições de interessados em adquirir a casa própria pelo programa do governo federal em várias localidades do Estado.

O procurador da República no Maranhão, Israel Gonçalves Santos Silva, em entrevista a O Estado, informou que, por lei, existem critérios de prioridades para se inscrever no Minha Casa Minha Vida, como famílias com mulheres responsáveis pela unidade familiar, pessoas idosas, famílias que residem em áreas de risco ou insalubres ou que tenham sido desabrigados, entre outros.

Ele informou que o MPF constatou que alguns municípios só solicitaram na ficha de inscrição o nome e o endereço dos interessados, enquanto a legislação que regulamenta o programa Minha Casa Minha Vida estabelece os critérios de prioridades que devem constar na ficha de inscrição. Outra irregularidade verificada pelo MPF foi que alguns municípios dispuseram fichas de inscrição com a logomarca da Caixa, embora os critérios de regulamentação estivessem fora do padrão.

"É atribuição do Ministério Público Federal adotar providências para que o cadastramento seja realizado mediante o padrão determinado e se evite o 'apadrinhamento', desvirtuando assim o sentido real do programa", explicou o procurador Israel Gonçalves Silva.

Além de atentar para regularização dos formulários de inscrições, o MPF está de olho, também, se os municípios atendidos pelo programa dispõem de Conselho de Habitação ou Conselho Municipal de Assistência Social, que têm a função de vistoriar o funcionamento do programa dentro dos padrões.

Municípios

Na lista dos municípios convocados a regularizarem os inscritos estão Paço do Lumiar, São José de Ribamar, Santa Inês, Codó, Buriticupu e Chapadinha.

Em Caxias e Timon, o procurador Israel Gonçalves explicou que caberá à unidade da procuradoria local requerer dos municípios as providências para o cadastramento na forma padrão.

Imperatriz, segundo maior município do Estado, também consta na lista do MPF. Mas o município informou à Justiça, por meio de ofício, que já foi assinado termo de adesão com a Caixa, e que lá deverão ser adotados os formulários padrão do banco.

O procurador Israel Gonçalves informou que serão notificados também os municípios de Bacabal, Barra do Corda, Pinheiro, Santa Luzia e Grajaú. Em São Luís, Açailândia, Coroatá, Itapecuru-Mirim e Balsas a situação já foi regularizada e os imóveis serão entregues no período previsto.

Fonte: O Estado do Maranhão

| Versão para Impressão | Enviar por e-mail |
Últimas Notícias Últimas Notícias Listar Todas
24/01 - Casa Brasil abre inscrições para cursos gratuitos em Caxias
24/01 - Cerca de 200 presos fogem de centro de detenção em Bauru
24/01 - Empresas de ônibus estão proibidas de aumentar valor de passagens
24/01 - Ofensas pelo WhatsApp rendem até R$ 13 mil de indenização
24/01 - Inscrições para o Sisu podem ser feitas de hoje a sexta-feira
24/01 - Policial militar leva sete facadas em crime dentro da própria casa
23/01 - PM coíbe tráfico de drogas em Coelho Neto e Duque Bacelar
23/01 - Colégio Militar faz reunião com pais e responsáveis de alunos aprovados no seletivo 2017
23/01 - Polícia recupera moto roubada e apreende menor suspeito de participar do crime
23/01 - IFMA Campus Caxias oferta 160 vagas para ingresso pelo Sisu
Rádio Online
TV Online

Tv Ofértas Seu canal de compras (play Boy)
Publicidade
Resolução Mínima de 800x600 © Copyright 2007, Noca.com.br
Desenvolvido por Mundi Brasil