Topo
E-mail redacao@noca.com.br
Faça do NOCA sua home Página inicial
Data Domingo, 25 de fevereiro de 2018
Anuncie Anuncie
       
Topo
Mural
gostaria de mandar um abraço para minha irmã Ana Lucia, que mora no bairro castelo branco....
Maria Reis Sousa, Salvador - BA
BOM DIA LEA.Quero ouvir a musica TU LEVASTE MINHA VIDA com o Cantor TONY CARREIRO. Abraços FLAV...
FLAVIO VILANOVA O ADVOGADO, BRASILIA - DF
+ mais mensagens
 
Faça sua Busca!

Notícias Colunas
Educação

País corre risco de não ter Fies em 2018, diz relator

Aumentar Fonte   Diminuir Fonte
 
12/10/2017 10:03h

Nessa quarta-feira (11), Alex Canziani (PTB-PR), relator da reforma do Programa de Financiamento Estudantil, defendeu a a urgência e a relevância de se aprovar as mudanças propostas no programa. Isso se deu após o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ter ameaçado não pôr mais em votação as medidas provisórias do governo Michel Temer. "Acredito que o presidente Rodrigo Maia fez uma crítica às MPs que não são urgentes ou relevantes. Mas, se não aprovarmos a MP do Fies, não vai ter o programa em 2018. Maia sabe da importância do Fies para o país", disse Canzini.

Se for necessário, Canzini vai procurar pessoalmente Maia para pedir que o presidente da Casa paute a MP. "Trata se de uma medida muito importante não apenas para o Ministério da Educação - do ministro Mendonça Filho, que é do partido de Maia -, mas para todo o ensino superior do País." O relator da MP 795 - que muda a tributação do setor de petróleo -, deputado Julio Lopes (PP-RJ), também defendeu a votação da medida que reestrutura o Repetro com incentivos tributários para a cadeia petrolífera. "É fundamental para o setor que tenhamos regras tributárias claras para trazer mais segurança jurídica. Conhecendo a responsabilidade do presidente Rodrigo Maia com o Brasil e com o Estado do Rio de Janeiro, não vejo como ele não iria conduzir os trabalhos em prol da aprovação dessa medida."

Leniência

Após o revés político sofrido no plenário da Câmara dos Deputados na terça-feira, o Banco Central (BC) ainda tentava ontem pela manhã reverter o fracasso da votação da MP 784. A medida permite ao governo fechar acordos de leniência com instituições financeiras.

Os diretores de Relacionamento Institucional, Isaac Sidney, e de Organização do Sistema Financeiro, Sidnei Corrêa Marques, foram até o Palácio do Planalto para uma reunião com o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha. A intenção era discutir os próximos passos, depois que Maia indicou que não pretende mais pautar a MP, que caduca no dia 19.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, indicou que não pretende mais pautar MPs na Casa até que seja votada uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que regulamenta as medidas provisórias. O BC ainda tentava ontem algum arranjo com o Planalto para convencer Maia a votar a MP. Fontes do Palácio, no entanto, viam pouco espaço para isso.

Resultado de anos de estudos dentro da instituição, a proposta foi alvo de críticas. A iniciativa foi vista por setores da oposição e do Ministério Público Federal (MPF) como uma tentativa do governo de blindar as instituições financeiras contra a Operação Lava Jato, que na época se aproximava de bancos.

Fonte: Jornal pequeno

| Versão para Impressão | Enviar por e-mail |
Últimas Notícias Últimas Notícias Listar Todas
23/02 - Polícia procura identificar corpo de homem encontrado no Centro
23/02 - Bolsa Família: beneficiários devem atualizar informações de alunos
23/02 - Secretaria do Trabalho de Caxias divulga vagas de emprego
23/02 - Quadrilha ataca carro-forte na BR-316, entre Caxias e Timon
23/02 - Diretor de Star Wars diz que roteiro do episódio IX já está pronto
23/02 - Clientes do Banco do Brasil poderão fazer transações pelo Facebook
23/02 - Whindersson Nunes choca seguidores com clique nu em jatinho
23/02 - Menina avisa pai por WhatsApp que tio tenta estuprá-la
22/02 - Missa de 7º dia da tabeliã Isaura Alencar acontece nesta sexta-feira
22/02 - Prefeitura dá assistência às famílias atingidas pelas chuvas no povoado Riachão
Rádio Online
TV Online

Tv Ofértas Seu canal de compras (play Boy)
Publicidade
Resolução Mínima de 800x600 © Copyright 2007, Noca.com.br
Desenvolvido por Mundi Brasil