PUBLICIDADE

Responsive image

Wybson Carvalho

Recanto do Poeta

Últimas postagens

Veneza hoje

Balneário Hidromineral da Veneza está dentro de uma reserva florestal tombada pelo decreto estadual nº 11.681/1990, de aproximadamente 40 hectares. A área é composta de fonte de água mineral sulfurosa e lama negra com propriedades medicinais. É considerada um dos patrimônios da cidade e um dos principais atrativos turísticos da região. O Balneário de Veneza também é uma excelente opção. Com...
Continuar lendo
Data:15/07/2019 09:26

Eu às minhas personagens

Sou espinho entre rosasque são belezas no jardim;abrigo ao pontiagudo perigoem iminência contínua de ferir... Sou veleiro errante num mar de calmariasatracado em porto plácido;mas, sob pesadelos de ventaniase ressacas possíveis... Sou foco que somente resplandecesob a luz de estrela única;advinda de céu cinzentoque só se enche de nuvens turvas... Sou barulho que a se próprio ensurdece;rendendo-se em sangue esvaído;às...
Continuar lendo
Data:08/07/2019 14:51

Caxias emancipada há quase dois séculos

Nesta sexta-feira, 05 de julho, Caxias completa 183 anos de emancipação política. Aldeias Altas - no século XVII, quando os portugueses com suas investigações e explorações iam invadindo o interior da Província, os índios Gamelas e Timbiras, perseguidos ou aterrados se foram recolhendo às florestas e montanhas e, principalmente, à margem direita do Rio Itapecuru.  Encontraram um lugar, que acharam muito...
Continuar lendo
Data:02/07/2019 19:40

Como Surgiu o “São João”

Dizem que Santa Isabel era muito amiga de Nossa Senhora e, por isso, costumavam visitar-se. Uma tarde, Santa Isabel foi à casa de Nossa Senhora e aproveitou para contar-lhe que, dentro de algum tempo, iria nascer seu filho, que se chamaria João Batista. Nossa Senhora, então, perguntou-lhe: – Como poderei saber do nascimento do garoto? – Acenderei uma fogueira bem grande; assim você de longe poderá vê-la e saberá que Joãozinho...
Continuar lendo
Data:25/06/2019 07:58

Um conto à eternidade

O amor entre Ana Amélia e o poeta Gonçalves Dias Era setembro de 1870, na cidade de São Luis do Maranhão. Em tempo precoce, parecia ser interminável aquela chuva à beira-mar, nas proximidades da rampa Campos Melo: um local de muita movimentação em atracações, embarque e desembarque das embarcações marítimas típicas da época, como bianas, igarités, boies, botes proas de risco,...
Continuar lendo
Data:17/06/2019 20:52

Cântico Nominal

MILTON - um fiel canto advindo de um encanto ao eterno - NASCIMENTO ...
Continuar lendo
Data:10/06/2019 15:58

Exposição sobre a vida literária de Salgado Maranhão no Memorial da Balaiada

Venha conhecer a trajetória de um caxiense que orgulha todos, nós, seus conterrâneos, na exposição sobre a vida literária de Salgado Maranhão! Acontecerá no Memorial da Balaiada, no período de 18 a 30 de junho, diariamente das 8 às 12h e das 14 às 18h. É um impressionante trajeto, o de Salgado Maranhão. Com muitas vertentes. Do povoado de Cana Brava das Moças (no município de Caxias, no...
Continuar lendo
Data:03/06/2019 11:33

O caxiense Osvaldo Ferreira de Carvalho

O professor caxiense Osvaldo Ferreira de Carvalho (1933--1991). Em 23 de maio marca-se o nascimento, em 1933, do educador caxiense Osvaldo Ferreira de Carvalho, que faleceu há 28 anos, em 06 de janeiro de 1991, em Imperatriz. Foi professor (de Inglês) em Caxias, sua terra natal, nos colégios Caxiense, São José e Diocesano.e, mais tarde, professor da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), em Imperatriz. Seus pais eram José Ferreira de...
Continuar lendo
Data:27/05/2019 08:19

A Poesia e o Poeta

“A poesia é a arte da linguagem humana, do gênero lírico, que expressa sentimento através do ritmo e da palavra cantada. Seus fins estéticos transformaram a forma usual da fala em recursos formais, através das rimas cadenciadas. A poesia faz adoração a alguém ou a algo, mas pode ser contextualizada dentro do gênero satírico também. Há três expressões de poesias: as existenciais, que...
Continuar lendo
Data:20/05/2019 16:24

Poema “O Navio Negreiro”, de Castro Alves

Que o despertar de cada 13 de maio; a alma da raça se ajoelhe, devotamente, ante à imagem de Castro Alves a exclamar em êxtase: - glória a ti redentor nosso, cuja lírica poesia foi a espada mais valente de nossa reumanização! O Navio Negreiro é uma poesia de Castro Alves que integra um grande poema épico chamado Os Escravos. Escrita em 1986 na cidade de São Paulo, a poesia relata a situação...
Continuar lendo
Data:13/05/2019 08:44


< Anterior Próxima >
Página 1 de 2

PUBLICIDADE

Responsive image
© Copyright 2007-2019 Noca -
O portal da credibilidade
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pelo Google:
A Política de Privacidade e Termos de serviço são aplicados.
Criado por: Desenvolvido por:
Criado por: Desenvolvido por: