PUBLICIDADE

Responsive image

Wybson Carvalho

Recanto do Poeta

Últimas postagens

Memória

Amar o perdidodeixa confundidoum coração. Nada pode o olvidocontra o sem sentidoapelo do não. As coisas tangíveistornam-se insensíveisà palma da mão. Mas as coisas findasmuito mais que lindas,essas ficarão.
Continuar lendo
Data:09/12/2019 16:33

Lucidez embriagada

A toda noite sinto afagos na almaem sonhos mansosa todo diasinto sede na carneem realidade cruelsóbrio é o espíritoébrio é o indivíduo Roda viva À noite agasalho estrelascom o lumiar lunarpara ninar meu sonho Até o despertar do solsem sorriso abertono raiar do dia real ... Aromas à realidade Sou tão pequeno que não chego a ser mínimo, pois, que, se não cabe o meu sonho em mim Que ele venha...
Continuar lendo
Data:03/12/2019 12:52

A Eternidade

- Ela foi encontrada!- Quem? - A eternidade.É o mar misturado ao sol.Minha alma imortal,cumpre a tua juraseja o sol estivalou a noite pura. Pois tu me reliberasdas humanas quimeras,dos anseios vãos!e, assim, tu voas então... Jamais sem esperança,sem movimento, e sem ciência só com a paciência;o suplício é lento. Pois, Que venha a manhã,sem a raiva de satã... Pois, É dever de vosso ardorretornar sempre...
Continuar lendo
Data:25/11/2019 09:46

Afã

É inútil se querer  O amor que não se tem E julgar pérolas do céu Os olhos de um alguém Ser e estar Aquilo que há na alma não precisa ser feito Pois, Já nasce e é Sentimento infindo À luz esterna
Continuar lendo
Data:18/11/2019 10:33

À minha morte

Desde o meu nascimento existo em uma queda constante e única... Até agora; Mão nenhuma me levantou da existência vazia, nesse caminho sem vida e que arbitra meus passos arrastados para a morte... E, nela, está meu abrigo em fúnebres velórios - condição de ser e estar - à eternidade... Nas mãos juntas e postas uma sobre a outra escondem o M inicial ao anverso findo... E, que, para não derramarem as...
Continuar lendo
Data:11/11/2019 23:31

Velório terminável

...o féretro do sentimento que agoniza em sua não aceitação já sai para enterrar-se quase morto, mesmo sem querer ir e desistir face a um quê de impossibilidade ao qual se angustiou do sacrifício, verdadeiramente, adoecido num coração perdido e quase sem vida à  redenção... O peso real do não ter e não ser ...numa balança não fraudada, nem mesmo a dor iguala um homem...
Continuar lendo
Data:05/11/2019 02:32

Confissão

...todo santo dia tento me sentir melhor e procurar me redimir do humanamente irredimi'vel e irreversível. Então penso nas burradas e nas besteiras que fiz. E digo a Deus, sei que é difícil eu ter perdão, mas se eu não me curvar e orar, meu remorso será maior ainda... Assim, me sinto menos pesado e vou seguindo, um pouco mais leve, com extrema atenção em cada movimento dos meus próprios pés e passos, depois de ter...
Continuar lendo
Data:28/10/2019 10:48

A importância histórica da cidade de Itapecuru

Para comemorar dois séculos de existência, a cidade de Itapecuru Mirim Ganhou no último final de semana uma Festa Literária com a participação de dezenas de escritores e poetas maranhense, e, principalmente, ganhou, também, uma obra literária: Púcaro II, à qual fui convidado a escrever-lhe as orelhas. A obra alusiva e escrita por múltiplas mãos se refere à cidade de Itapecuru, e, ainda, da consequente...
Continuar lendo
Data:22/10/2019 09:36

Poemas reinventados

Testemunho mortal   Hoje Em mim Morreram muitos eus Principalmente, Aqueles que quiseram Em vida Serem teus.   Meu sentimento, minha poesia   Meu sentimento e minha poesia São unidos na claridade de minha alma Tal qual o sol ilumina o dia e empresta sua luz À lua para iluminar a noite A fim de renascer o tempo que insiste e persiste Face à eternidade da vida   O meu pensamento na minha poesia Nasce como a semente...
Continuar lendo
Data:14/10/2019 11:07

Caxias: Princesa do Sertão Maranhense

Caxias, Princesa do Sertão Maranhense, única cidade do Brasil eternizada nos dois principais símbolos do país: a Bandeira e o Hino Nacional Brasileiro. Caxias, eternizada em dois dos principais símbolos nacionais: o Hino Nacional Brasileiro; com os versos do poema “Canção do Exílio” de Gonçalves Dias em homenagem a sua terra - “Nossos bosques têm mais vida/ nossa vida mais amores”, e, ainda, A...
Continuar lendo
Data:07/10/2019 15:32


< Anterior Próxima >
Página 1 de 5

PUBLICIDADE

Responsive image
© Copyright 2007-2019 Noca -
O portal da credibilidade
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pelo Google:
A Política de Privacidade e Termos de serviço são aplicados.
Criado por: Desenvolvido por:
Criado por: Desenvolvido por: