PUBLICIDADE

Responsive image

Wybson Carvalho

Recanto do Poeta

Últimas postagens

Poemas para o lugar de origem

Canção ao exílio Em minha terra havia palmeiras e o canto dos sabiás.nela, exalava o perfume dos jardins urbanos.dela, ouvia-se a linguagem singela do cotidiano.com a minha cidade crescia a romântica dos poetas... a inimizade humana passava por sobre elaem eólica turbulência rumo às outras plagas,para derramar-se noutros cenários de ganância existencial. à minha terra, na infância, ouviam-se sinfonias sabianasnas...
Continuar lendo
Data:18/01/2021 16:23

Poemas a tapas em mim

Um réu ao cálice de fel Os pecados que são imputados ao homemsão cores afóticas como o olhar demoníaco nas trevas...porém,ele mira a vida seca caída num esgoto de água turva.então,em seu suicídio inundado,a alma será perdoada pela resistência à ira infernal. Traição recíproca Se o afã insidioue não somos um só sereu não sou vocêe você...
Continuar lendo
Data:11/01/2021 13:03

Festejo religioso do Dia de Reis

Dia de Reis: a comemoração religiosa e curiosidades sobre a festa comemorada em 6 de janeiro pelos católicos, lembra quando os três reis magos, guiados pela estrela de Belém, encontraram o menino Jesus! Na primeira semana de cada ano que se inicia, precisamente, no dia 06 de janeiro, é comemorado o Dia de Reis, aqueles que comemoram o Natal se preparam para desfazer a árvore, os presépios e os enfeites natalinos. Mas qual é a...
Continuar lendo
Data:04/01/2021 16:49

Um poema a dois

Em nenhum lugar estou sem nossas partes complexas à alma, carne, osso e sangue Em nenhum sentimento estamos sem a sutileza das pétalas de nossa rosa que se abrem e fecham à iminência do meu Espinho ao medo que há no complacente olhar em unicidade do teu espírito e corpo impenetráveis Semifinal Nessa minha estação terráquea não pisei com meus pés nos instantes iniciais e, neofitamente, mãos...
Continuar lendo
Data:29/12/2020 16:14

Verbos poéticos humano-espirituais

Humanidade orgânica O branco do leite, paz...O vermelho do sangue, vida...:Acasalar à alma Um peito com o coração no ser...! Único! Não me importam multidões ao meu eu comum, Se se importa comigo a solidão ao meu eu algum:Literário...Solitário...Etário... Ao inútil itinerário:Passado, presente, futuroE/ouEm tempo nenhum!
Continuar lendo
Data:21/12/2020 10:39

Poemas em retratos meu e de meu habitat sócio-comunitário feitos de letras à poesia

Pedaços de um eu algum Há no meu eu o pulsar de um desejoe no qual há, ainda, o quê, agora, almejo;que o fim do somatório da minha dornão interrompa os gritos do clamor; face a um pedaço ser bem emudecido em mim,e o meu outro resto é ouvido, mas ruim... A sinfonia que me invade desde o nadaé bem-vinda, ainda que quase desafinada;e eu a quero para sempre almejadaainda que pouco executada;face a um pedaço inaudível...
Continuar lendo
Data:14/12/2020 15:33

10 poetas da Academia Caxiense de Letras

Imagem: Arte em xilogravura de Tita do Rêgo Silva [www.titadoregosilva.de] A presente seleção de poemas contempla dez nomes de poetas do quadro de membros da Academia Caxiense de Letras [Caxias/Maranhão/Brasil, org. Carvalho Junior].   O homem |Ana Luiza Almeida Ferro A folha brinca ao sabor da brisa A folha tremula sob o jugo do vento A folha cai pelo capricho do vendaval.   A criança não sabe onde pisa O adulto...
Continuar lendo
Data:07/12/2020 12:05

Um poema à atualidade

... finais de semana pandemônicos! ...há um aroma de flores caídas no chão das manhãs, tardes e noites dos dias de sexta-feira, sábado e domingo. ...há um ar velórico tal qual o ensurdecedor silêncio de finados sem o badalar dos sinos da Igreja de São Benedito, acordando o segredo de sonhos dos embriagados à solidão dos bares ao entorno da Praça Vespasiano Ramos. ...há uma angústia com...
Continuar lendo
Data:30/11/2020 08:41

Poemas do meu Eu mesmo a mim!

Tua história Teu tempo, um lixo:espetáculo mudo à vil face do falecimentocaído à lama e no palco da putrefação.teu mentiroso corpo, em carne,apodrecendo imerso na cova sem paladar.Enigma editorial O verso apodrecequal verme habitante nas vísceras da fomee o poeta se faz pecado. É pois, A angústia indigestasob a ânsia do vomitoem pedaços do verboderramado ao papel. Opção Fui, sou e...
Continuar lendo
Data:23/11/2020 10:34

Poemas impregnados em pedaços de mim

Ceticismo e crença Eis a questão!sal, ao pão, para a existência da matériadoce, ao vinho, para a vida eterna do espírito.aleluia à fé... Autêntico O que me é inválidotorna-me ávido a não realizá-lo...então,faço-me válidoao que me há...refém é o ser com ônusaos interesses outros. Peso não há verticalidadesó o horizonte...
Continuar lendo
Data:16/11/2020 08:16


< Anterior Próxima >
Página 1 de 10

PUBLICIDADE

Responsive image
© Copyright 2007-2019 Noca -
O portal da credibilidade
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pelo Google:
A Política de Privacidade e Termos de serviço são aplicados.
Criado por: Desenvolvido por:
Criado por: Desenvolvido por: